terça-feira, agosto 17, 2010

só acontece aos outros...

É o que pensamos sempre, não é? Que as coisas más nunca nos acontecem a nós/aos nossos.
Temos visto na tv há semanas as imagens dos incêndios pelo país todo, casas ameaçadas, pessoas desesperadas a verem o fogo a poucos metros de distância de tudo o que conseguiram na vida. E pensamos "isto deve ser mesmo um pesadelo", e seguimos com o que estamos a fazer, e pronto.
Até ao momento em que recebemos um telefonema da nossa mãe, que nos diz que houve/está a haver um incêndio na terra da nossa avó, e que é mesmo colado com as casas dos nossos primos/tios, que inclusivé aparecem no Jornal da Tarde. E mesmo aí, só ouvindo isto, a nossa mãe com um tom de voz aparentemente normal, pensamos que "ok, já está tudo bem, já passou, elas devem aparecer na tv por acaso".
E depois vamos à procura da emisão online do Jornal, e a notícia de abertura mostra-nos casas, estradas, árvores, que conhecemos desde sempre e que estão vermelhas da sombra do fogo mesmo ao lado, e de repente aparece a nossa madrinha em lágrimas a falar para a câmara, com o desespero que costumamos ver nos desconhecidos, com uma tia ao lado, com o fogo e o fumo por todo o lado.
Nada nos prepara para isso. Isto foi na 6ª feira, vi as imagens no trabalho e tive de parar a meio e sair da minha secretária tal o estado em que fiquei, e felizmente "só" ardeu mato, umas árvores de fruto e umas abelhas dum primo meu, mas o susto ainda cá está. As imagens ficaram marcadas. Não acontece tudo só aos outros, não.

7 comments:

Elsita 18/8/10 00:31  

Um abraço apertado, querida!
Sei como te sentes, aconteceu o mesmo na terra da minha mãe há uns 5 anos, o fogo chegou mesmo perto da casa e dos animais dos meus padrinhos e andaram todos a combater as chamas... E também os vi no telejornal, a receber assistência médica devido à inalação de fumo :(
Beijinhos

Ana T. 18/8/10 11:04  

Ai amiga pois não, não é só aos outros. Há 7 anos apanhámos um susto desses bem grande aqui mesmo. Pensamos que isto já não é campo mas ardeu mesmo uma casa e evacuados houve uns quantos...

É triste como ano após ano estas coisas acontecem e parece não haver meio de as evitar. Pelo menos que metessem os incendiários na cadeia!!

fantasma 18/8/10 12:18  

Obrigada pelas vossas palavras, uma pessoa realmente nunca está à espera destas coisas.
Bjos.

Virgulina 18/8/10 14:57  

Um abraço, amiga. Eu já assisti a um incêndio assim, bem pertinho de casa dos pais do H., não ganhámos para o susto. É um sentimento de impotência! Para mim os incendiários não estavam bem na cadeia, mas sim bem no meio dos fogos que provocam.

patxocas 18/8/10 19:27  

Como te compreendo!
Qdo foi o temporal de Fevereiro na Madeira eu só chorava ao ver caras conhecidas a chorar e lugares meus a desaparecerm.
E pior, não dormi na noite de sábado para domingo... porque não sabiamos do meu irmão mais velho que ficou preso ...

É complicado gerir as emoções quando não conseguimos controlar a mãe natureza! :(

fantasma 19/8/10 10:13  

Estas coisas realmente deixam-nos impotentes...
Não sabia que tinhas apanhado esse susto com o teu irmão, patxi. Bolas :S

Leonor 19/8/10 16:05  

Um beijo grande, minha linda. Infelizmente tive o fogo à porta de casa em 2003 e sei bem avaliar a aflição. Tal como dizes, quando nos está longe temos pena e lamentamos muito mas quando nos chega bem perto não há palavras mesmo.

  © Blogger template 'Sunshine' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP